Um estranho do meu caminho

Eu odeio Ele – Capítulo 9

“E tudo o que pedirem em oração, se crerem, vocês receberão.” (Mateus 21:22)

Deitei na cama e enquanto o Fumaça preparava seu lugar no chão, senti que me observava.

– Eu sei que fui bem idiota hoje, mas dá pra você esquecer isso? – O pedido me pegou desprevenida, dava pra vê o quanto estava sendo difícil pra ele falar aquilo.

– Você foi um animal. – Disse, contrariada.

– Garota, para com essa marra. – Seu olhar triste dançava por todo o meu rosto, e por um instante desejei que parassem nos meus olhos. Me peguei querendo dizer que estava tudo bem, mas o devaneio logo passou e me concentrei no que ele tinha feito.

Pedir desculpas parecia ser pior do que ter atirado no amigo. Ele me lembrou um menino indefeso, que suplica para o pai não bater nele depois de ter deixado todos os brinquedos espalhados pelo chão da casa.

– Desde quando desculpas é suficiente? – O orgulho falou mais alto, e o bom senso também. – Você me tratou igual a um cachorro! Me forçou a entrar dentro de casa e ainda deixou meu braço todo machucado.

Aquela altura eu já estava de pé, de frente pra ele, esfregando as manchas vermelhas no seu rosto.

– Eu só fiz isso porque você queria ir embora! – Rebateu, porém sua voz não era tão firme, e estava estranhamente calma.

– Fumaça, eu não sou sua prisioneira! Eu fugi com você porque quis, a hora que eu quiser posso ir embora!

– Eu já disse que vai ser mais arriscado! Deixa de ser teimosa! – Seu tom estava me dando calafrios. Mesmo em poucas horas de convivência eu sabia que o normal quando eu gritava era ele gritar também.

A estranheza me deixou mais nervosa.

– Arriscado pra mim ou pra você? Eu não passo de uma peça na sua vingança… – A intenção era continuar gritando, só que as palavras saíram hesitantes.

– Priscila, a merda é pior do que você imagina… – Sentou na cama e começou o discurso. Por um segundo meu coração pareceu saltar do peito, desde quando aquele homem invadiu nosso quarto, algo me dizia que tinha mais coisas do que o Fumaça tava me contando, mas minha cabeça estava tão cheia que ignorei. – Tanto eu quanto o Toddy trabalhamos pra um cara chamado Miguel, e agora que eu fugi, ele está atrás de mim.

– Além do Toddy, Fumaça? – Perguntei perplexa. – O maluco do hotel veio a mando dele?? – Eu exigia uma explicação. Tinha o direito de saber quem mais queria me matar.

– Sim… – Ia falar mais coisas, mas se calou. Ele não me encarava e isso aumentava minha irritação e meu nervosismo.

– Quer dizer que sem eu ter dado motivos tem mais um cara querendo me matar?

– Ele não quer matar você, – estranhei a ênfase em matar você – ele quer me matar.

– Ah, porque agora você acha que ele vai ficar com pena de mim e entender que não tenho nada a ver com suas merdas! – Zombei.

– Priscila, o Miguel não manda matar garotas, ele prefere elas vivas. – Explicou, como se aquilo resolvesse tudo.

– Quem é esse Miguel, Fumaça? Ele nem me conhece, como vai me querer viva??

Fui pra cima dele e com toda a força que consegui juntar lhe enchi de murros. Ele não revidou. Sabia que estava errado e me devia explicações. Ele sabia que eu tinha todo o direito de estar com raiva.

– Fica calma, Priscila!

– Você tem que me contar! Quem é esse Miguel?

A força dos meus braços só foi suficiente para empurrá-lo na cama. E isso me fez chorar.

– Priscila, por favor, não chora… – Senti ele me confortar com seus braços, mas eu não queria conforto. Eu queria ir embora. E foi o que fiz, pelo menos tentei.

****

E agora?? Quem achou que o certo seria a Priscila ir embora? Será mesmo que foi a melhor escolha….

Descubra nos próximos capítulos 😉

Aguardo vocês na terça-feira (7), ás 20h. 

 

Anúncios

2 comentários em “Eu odeio Ele – Capítulo 9

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s